POODLE
172 - 18/04/2007

 
Grupo: 9
CÃES DE LUXO E COMPANHIA
SÃO GERALMENTE CÃES ALEGRES, AGRADÁVEIS, INTELIGENTES E EXTREMAMENTE DEPENDENTES DE SEU DONO, TORNANDO-SE, RIGOROSAMENTE, UM MEMBRO DA FAMÍLIA. NÃO SÃO CÃES PARA VIVER EM CANIL.

País de Origem : França

Utilização : Companhia Sem prova de trabalho

Aparência Geral : cão de tipo mediolíneo, de pelagem encaracolada característica, cacheada ou encordoada. Tem aspecto de um animal inteligente, constantemente em alerta, ativo, harmoniosamente construído, dando uma impressão de elegância e altivez.

Temperamento : cão reconhecido por sua fidelidade, apto a aprender e a ser treinado, o que faz dele um cão de companhia particularmente agradável.

Cabeça : distinta, retilínea, proporcional ao tronco. A cabeça deve ser bem cinzelada, sem ser pesada mas igualmente sem refinamento excessivo.

Crânio : sua largura é inferior a metade do comprimento da cabeça. O crânio, visto de cima, apresenta um aspecto oval e de perfil, ligeiramente convexo. Os eixos do crânio e do focinho são ligeiramente divergentes. Arcadas Superciliares: moderadamente salientes, revestidas de pêlos longos. Sulco Frontal: largo entre os olhos, estreitando-se em direção ao occipital, que é bem marcado. Nos Poodles Toy, o occipital pode ser menos marcado.

Stop : pouco marcado.

Trufa : desenvolvida, com perfil vertical&894; narinas abertas. Trufa preta nos exemplares pretos, brancos e cinzas&894; marrom, nos exemplares marrons&894; nos exemplares abricós ou fulvo avermelhado a trufa é marrom ou preta.

Focinho : perfil superior bem retilíneo, seu comprimento em torno de 9/10 do comprimento do crânio. Os ossos laterais do maxilar inferior são quase paralelos. De aspecto sólido. O perfil inferior do focinho é delineado pela mandíbula e não pelo bordo do lábio superior.

Lábios : moderadamente desenvolvidos, bastante secos, de espessura média&894; o lábio superior pousa sobre o inferior, sem ultrapassálo. Pretos, nos exemplares pretos, brancos e cinzas&894; marrom, nos exemplares marrons. Nos exemplares abricós e fulvo avermelhados, são marrons mais ou menos escuros ou pretos. As comissuras labiais não devem ser evidenciadas.

Bochechas : não salientes, se ajustando à estrutura óssea. Arcadas suborbitais cinzeladas e pouco pronunciadas. Arcadas zigomáticas muito pouco salientes.

Dentes : articulados em tesoura. Dentes sólidos.

Olhos : de expressão fogosa, inseridos no nível do stop e ligeiramente oblíquos. De forma amendoada. Pretos ou marrons escuros. A orla das pálpebras confere aos olhos uma forma amendoada. Nos exemplares marrons, os olhos podem ser de cor âmbar escuro. Palpebras: borda das pálpebras preta nos exemplares pretos, marrons, brancos e cinzas&894; marrom nos exemplares, marrons. Nos abricós ou fulvo avermelhados, marrom ou preto.

Orelhas : bastante longas, portadas pendentes ao longo das faces, inseridas no prolongamento de uma linha traçada, da parte superior da trufa e passando sob a comissura externa do olho&894; planas, alargandose após a inserção e arredondadas nas extremidades, recobertas por pêlos ondulados e muito longos. A cartilagem da orelha deve alcançar a comissura labial.

Pescoço : sólido, ligeiramente arqueado após a nuca, de comprimento médio, bem proporcionado. Cabeça portada alta e orgulhosa. Sem barbelas, de seção oval. Seu comprimento é ligeiramente inferior ao da cabeça.

Tronco : bem proporcionado. O comprimento do corpo é ligeiramente superior à altura na cernelha.

Dorso : curto. Linha superior harmoniosa e bem firme. A altura da cernelha ao solo é sensivelmente igual a altura da garupa ao solo.

Flancos : ascendente, sem ser esgalgado.

Garupa : arredondada, sem ser caída.

Peito : descido até a altura dos cotovelos&894; sua largura é igual a 2/3 da altura. Nos Poodles Grandes, o perímetro torácico, medido atrás das escápulas, deve ser superior, em pelo menos, 10 cm, a altura na cernelha. Peito de seção oval, largo na parte dorsal.
Cauda : de inserção bem alta, no nível da linha superior. Pode ficar natural ou ser amputada, permanecendo um terço (1/3) mais próximo do corpo ou a metade do seu comprimento. A cauda é pendente, quando em stay. Em movimento, a cauda é portada obliquamente.

Membros Anteriores : perfeitamente retos e paralelos, bem musculosos com uma boa ossatura. A altura do cotovelo ao solo é ligeiramente superior a altura da cernelha ao cotovelo.

Ombros : oblíquos e musculosos. Angulação escápuloumeral de aproximadamente 110°.

Braços : o comprimento dos braços correspondente ao comprimento das escápulas.

Metacarpos : sólidos e quase retos, vistos de perfil.

Posteriores : paralelos, vistos por trás&894; músculos desenvolvidos e bem aparentes. Os jarretes são bem angulados. As angulações coxofemoral, tíbiofemural e tíbiotarsiana, devem ser bem acentuadas.

Coxas : bem musculosas e fortes.

Patas : muito pequenas, fechadas, de forma oval curta. Os dedos são bem arqueados e juntos. As almofadas são duras e espessas. As unhas são pretas nos exemplares pretos e cinzas. São pretas ou marrons nos exemplares marrons. Nos brancos, as unhas podem ter todas as gamas do marfim até o preto. Nos abricós e fulvos avermelhados, são marrons ou pretas.

Movimentação : o Poodle tem uma movimentação elástica e leve.

Pêlo : Poodle de pêlo cacheado: pêlo abundante de textura fina, lanoso, bem ondulado, elástico e resistente à pressão da mão. Espesso, farto, de comprimento uniforme, formando cachos iguais. Poodle de pêlo encor doado: pêlo abundante, de textura fina, lanoso e fechado, formando cordões bem característicos. Devem medir ao menos 20cm.

Cor : pêlo unicolor: preto, branco, marrom, cinza, abricó e fulvo avermelhado. a. Mar r om – deve ser sólido, bem escuro, uniforme e vivo. O bege e seus tons derivados mais claros não são admitidos. b. Cinza – deve ser uniforme: suas gradações de tonalidade não devem tender ao preto nem ao branco. c. Abr icó – deve ser de uma tonalidade uniforme, sem tender ao fulvo pálido ou areia, nem ao fulvo avermelhado. d. Fulvo aver melhado – deve ser de uma tonalidade uniforme sobre toda a pelagem. Não deve, em nenhum caso, tender ao abricó. Pálpebras, trufa, lábios, gengivas, palato, orifícios naturais, escroto, almofadas plantares são bem pigmentadas.

Tamanho : 1. Poodles Gr andes: acima de 45cm até 60cm, com uma tolerância de 2cm a mais. A reprodução do Poodle Grande deve ser desenvolvida e ampliada a partir do Poodle médio, uma vez que ele guarda as mesmas características. 2. Poodles Médios: acima de 35cm até 45cm. 3. Poodles Anões: acima de 28cm até 35cm. O Poodle Anão deve exibir em seu conjunto o aspecto de um Poodle Médio reduzido, conservando, do mesmo modo, as mesmas proporções, sem apresentar qualquer característica de nanismo. 4. Poodles Toys: acima de 24cm até 28cm (a altura ideal: é 25cm) e até 24cm (tolerância de menos 1cm). O Poodle Toy conserva, em seu conjunto, o aspecto de um Poodle Anão e as mesmas proporções gerais correspondendo a todas as exigências do padrão. Qualquer sinal de “nanismo” é excluído, somente a crista occipital pode ser um pouco menos acentuada.

Faltas : qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade. · dorso carpeado ou selado. · cauda inserida muito baixa. · exemplar muito nervoso. · dentes: · ausência de 2PM1 não são levados em consideração. · ausência de um ou dois PM2, se forem simétricos. · ausência dos 3 os molares (M3) não é levada em consideração.

Notas : · os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal. · todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.